Category Archives: Health

Rapid Fit&Well: menos é mais!

Posted on by 2 comments

Rapid Fit&Well, vava musse, musse blog, exercício, blogger

Como sabem, o exercício físico faz parte da minha vida e é essencial para me sentir equilibrada a todos os níveis. O dilema é quando tenho aqueles dias super preenchidos e não tenho tempo suficiente para fazer um treino eficaz.

O novo centro Rapid Fit&Well do Parque das Nações surge como resposta a quem tem pouco tempo ou até para quem ir ao ginásio e/ou fazer exercício é um sacrifício. Em 20 minutos, com recurso à eletroestimulação muscular, é possível trabalhar cerca de 350 músculos com rendimento muito elevado, equivalendo a aproximadamente 90 a 120 minutos de um treino normal.

Com duas sessões semanais, ao fim de um mês, já é possível ver resultados bem evidentes! Antes de cada treino é oferecida uma bebida rica em sais minerais e vitaminas que hidrata o corpo para a sessão e, no fim, outra rica em proteína para ajudar a repor os níveis de energia.

Através da aceleração metabólica é possível aumentar a tonificação muscular, melhorar a atividade cardiovascular e reduzir gorduras, celulite e peso. As sessões são sempre acompanhadas por um personal trainer que adequa o treino mediante as características e objectivos de cada pessoa.

Mas há mais. O corpo continua a queimar gordura dois dias após a sessão, o que explica o limite de duas sessões por semana.

Já fiz duas sessões e fiquei completamente rendida! Sigam as minhas próximas sessões no instagram @vava_musse  e não se esqueçam de experimentar!

Rapid Fit&Well, vava musse, musse blog, exercício, blogger

8 motivos para bebermos mais água

Posted on by 0 comment

Obrigada Viviana por mais um artigo tão interessante e tão atual. Todos sabemos que a água faz maravilhas ao nosso organismo, mas depois de lerem este texto tenho a certeza que as motivações para consumir água vão ainda maiores.

água, water, magic water, viviana moita, musse blog

Falo-vos deste tema, pois é negligenciado por muitos quando deveria ser um pensamento constante. Afinal, podemos sobreviver semanas sem comida, mas apenas três sem água.

Dou-vos 8 motivos pelos quais devem ingerir entre 1,5L a 3L de água por dia:

1. A água compõe 85% do nosso cérebro, 80% do nosso sangue e cerca de 70% da nossa massa muscular;

2. O nosso corpo tem dificuldade em obter água de outras formas, para além da forma comum (sermos nós a ingeri-la). Além disso, é bom sabermos que o álcool “rouba” a nossa hidratação, e bebidas como o café e o chá são diuréticas, logo fazem praticamente a mesma coisa.

3. A água é essencial para a própria digestão, absorção de nutrientes e reacções químicas. Os hidratos de carbono e as proteínas que o nosso corpo utiliza como comida são metabolizados e transportados pela água no nosso sangue.

4. Ajuda o nosso corpo a libertar-se do “lixo” que consumimos, através da respiração, urina e por aí adiante. Os rins, o fígado e os nossos intestinos usam-na para se livrarem de tudo o que basicamente não presta.

5. Regula o nosso sistema de arrefecimento corporal. Isto quer dizer que ela é responsável por nos baixar a temperatura corporal e nos ajudar a manter o exercício físico por mais tempo.

6. É peça essencial na remoção das toxinas do nosso corpo. Reduz o apetite de forma natural pois retira as toxinas do nosso trato digestivo, e isso leva a uma diminuição dos depósitos de gordura…brutal não?

7. Os níveis de oxigénio ficam mais elevados quando temos um nível de hidratação adequado. E quanto maior o nosso nível de oxigénio mais gordura o nosso corpo queima…

8. Mantém os nossos tecidos e articulações hidratados, permitindo que nos movimentemos o melhor possível. A água faz com que toda a elasticidade inerente ao tecido conjuntivo (ligamentos) das articulações se mantenha.

Bom, acho que o importante está escrito, só falta mesmo uma pequena dica: sempre que sentirem os olhos, nariz ou boca seca, é o nosso corpo a alertar-nos que há falta de hidratação interna há algum tempo…ou seja, toca a beber mais um copo de água 😉

Instagram: viviana_moita_desporto

Facebook: Viviana Moita-Desporto

Tudo começa na infância

Posted on by 1 comment

children, tudo começa na infância, saltar à corda, viviana moita, desporto

Quem nunca ouviu a frase – “As crianças são o nosso futuro.” Faz sentido sim? Pois bem, as gerações vindouras são preparadas por nós, simples! 😉 Seja pelo fato de as crianças absorverem as ações dos familiares (crianças que interajam com tios, avós, pais ou irmãos que praticam exercício físico, vão incorporam o desporto no seu dia-a- dia com maior facilidade), seja por elas próprias iniciarem atividades desportivas, estaremos a dar-lhes uma prenda que irá perdurar nas suas vidas.

Quando trabalhei com crianças, através do projeto A Fórmula do Bem-Estar, ajudei-as a desenvolver competências de motricidade grossa e fina. Isto engloba não só o controlo corporal, como o equilíbrio e a postura, assim como exercícios de maior precisão –  a coordenação das mãos e dos dedos (motricidade fina). Nos nossos grupos encontrámos relação direta entre estes fatores e as competências sociais e cognitivas. E de fato, a nível científico, prova-se um aumento de metabolismo cerebral, melhorando a sua memória, concentração e funcionamento cerebral.

No entanto, e mais importante que tudo isso, é a promoção da sua autoestima e confiança em ultrapassar desafios, promovendo também as suas capacidades de liderança (o que os irá a ajudar a destacarem-se num mercado de trabalho cada vez mais saturado).

Muitos países recomendam que as crianças trabalhem as competências psicomotoras 60’ por dia, no mínimo, ora podem começar por ir desligando os videojogos ao final do dia, e trocando por alguns jogos que me lembrei!

Motricidade fina:

-Mikado;

– Contruir castelo com cartas;

– Aprender origami;

– Berlindes;

Motricidade grossa:

– Bicicleta;

– Jogo das cadeiras;

– Futebol;

– Apanhada;

Viviana Moita

Instagram: viviana_moita_desporto

Facebook: Viviana Moita-Desporto

Como organizar os alimentos

Posted on by 0 comment

Em 1992, o Departamento de Agricultura dos USA apresentou oficialmente o Guia da Pirâmide Alimentar, para ajudar o público a escolher quais as melhores proporções de cada género alimentar para a sua saúde.

Esta Pirâmide ficou bastante famosa, pois aconselhava a população a diminuir o seu consumode óleos e gorduras (colocando-as todas “dentro do mesmo saco”) e comer 6 a 11 porções diárias de carboidratos complexos – pão, cereais, arroz, etc.

Mas esta Pirâmide apresentava erros grandes. É que nem todas as gorduras fazem mal e nem os carboidratos fazem bem.

Em 2005 sai o MyPyramid, que continuava a colocar os carboidratos como base daalimentação, sugerindo que metade passassem a ser integrais, mantendo a carga glicémica alta.

Em 2012 optam pelo MyPlate, símbolo que se assemelha a uma pizza :)… e deixam para trás a Pirâmide. A parte boa deste novo Guia, é que coloca pela primeira vez os legumes em destaque. Mas como nem tudo são rosas, esquecem-se das gorduras e colocam os frutos oleaginosos dentro da parte das proteínas.

Costumo seguir-me pela que vos trago hoje. Esta é focada em vegetais e pescado, reduzindo as carnes e a comida processada. Na base têm as frutas, vegetais, frutas oleaginosas, sementes, azeite e cereais – Consumam-nas em todas as refeições do dia!

nova piramide alimentar, musse blog

Viviana Moita

Instagram: viviana_moita_desporto

Facebook: Viviana Moita-Desporto

Afinal, o que é uma alimentação saudável?

Posted on by 1 comment

Quem não ouviu repostas como: “Não queres sobremesa? Estás a fazer dieta?”. O que geralmente estes inquiridores pensam é num regime em que a pessoa se sacrifica, passa fome, e algo que será passageiro. Acho que ninguém quer passar por isso, e realmente não vale a pena…apenas desregulará o vosso organismo! O que eu vos venho falar é de algo permanente, sem processos drásticos ou dramáticos. Mas comecemos pelos factos:

– O estômago é um órgão que pré-digere os nossos alimentos e que se contrai ou dilata de acordo com a sua necessidade. Ora se diminuíres o volume de alimento, o estômago pode perder até um terço da sua capacidade de armazenamento. No entanto este processo não deve ser feito de forma repentina, mas sim regrada. Pode ser conseguido através de estratégias como – “vou substituir aquele croissant recheado a meio da manhã por uma maçã” ou “vou trocar a tal fatia de bolo que como à tarde por um iogurte”.

E há medida que os dias passam já não vão sentir falta daquela dose de açúcar, até porque o açúcar, que é considerado viciante, atenua a sua acção de dependência tanto no sangue como no cérebro. O mesmo tipo de raciocínio se pode aplicar ao que sentimos que está a mais ou que pode ser substituído por outro tipo de alimento (por exemplo alimentos crus – irei abordar esta matéria noutro artigo).

De uma forma geral, podemos fazer esta troca com alimentos com excesso de gordura, sal ou açúcar. Sem reduzir a quantidade de vezes que comemos, mas apenas a qualidade dos alimentos, iremos sentir que o nosso estômago não só reduz o seu tamanho como também que todo o nosso corpo funciona de uma forma mais natural e eficaz.

A segunda etapa será perceber quais serão os bons alimentos para ti – com um simples exame de alergias alimentares verás se há algum que te possa provocar aquele tal inchaço ou desconforto intestinal, e que nunca associaram a nada em concreto…depois disto basta apenas saber quando comer e o que comer – para isso terão de aguardar pelo próximo artigo 😉

Instagram: viviana_moita_desporto

Facebook: Viviana Moita-Desporto

alimentacaosaudavelmusseblog

Os Porquês | Viviana Moita

Posted on by 1 comment

Este irá ser o meu primeiro artigo para vocês, e por isso conto-vos um pouco da minha história…assim podem enquadrar um pouco melhor os meus próximos artigos.

Tenho uma grande paixão: trabalhar com pessoas e por causa disso tirei duas formações – Sociologia e Desporto. Durante sete anos trabalhei em grandes cadeias em Portugal e vim para São Paulo procurar intensificar a minha realidade e formação desportiva. Neste lado do mundo, o desporto é visto como essencial, único, e parte integrante da vida de cada um. Precisam de malhar tanto quanto precisam do sol para recarregar energias…e porquê?
A nível científico, as provas de que ao treinares os níveis de dopamina e serotonina aumentam, são mais que muitas! E não é preciso muito…apenas 20 minutos de corrida leve é suficiente para disparar os teus hormónios da felicidade. Para além destes factos e de poderes ver o teu corpo moldar-se como queres, em cada experiência de sucesso nos treinos, aumenta passo a passo a tua auto-confiança, levando-te a um desempenho cada vez melhor!
Por isso, não serás apenas mais atlético e fit, mas também positivo, confiante – e mais feliz!!

Viviana Moita

Facebook: https://m.facebook.com/profile.php?id=1386973808286963
Instagram: vivana_moita_desporto
Email: viviana.moita@gmail.com

Viviana Moita, São Paulo, Brasil, desporto, vida saudável, musse blog

Saudável = Feliz

Posted on by 0 comment

Nunca se falou tanto em vida saudável, e ainda bem que é assim. Há muita gente que ainda faz ouvidos de marcador com a história de que o exercício é essencial para nos mantermos saudáveis e livre de doenças. Eu sei que às vezes não temos tempo (e não temos mesmo) mas há várias estratégias que podemos adoptar de acordo com o nosso estilo de vida. Ficarmos horas e horas sentadas e não fazer nada é que é preocupante. Ninguém precisa de se matar no ginásio (até porque acho que tudo o que é em exagero faz mal e viver obcecado com o exercício acaba por fazer o efeito inverso do que se quer), às vezes basta apenas fazer uma caminhada de 30 minutos em passo acelerado, ou passear o cão, ou ir ao supermercado a pé. Qualquer coisa desde que seja para nos mexermos todos os dias um bocadinho. Sou super gulosa, gosto de comer bem e cometo aquele pecado terrível de comer umas bolachinhas e/ou umas torradinhas enquanto vejo uma série antes de ir para a cama (e sabe-me tão bem que não prescindo nem quero!). Mas tento compensar com outras coisas e encontrar o meu equilíbrio.

Mas melhor do que eu para vos motivar e falar neste assunto é a Viviana Moita, uma grande amiga minha que vive em São Paulo e é personal trainer.  É um dos melhores exemplos a seguir no que se refere à vida saudável. Aliás, conhecemo-nos no ginásio (ela dava-me umas aulas maravilhosas para tonificar o corpo). E foi ela que me motivou a fazer mais exercício quando o tempo e a vontade não ajudavam e me fez retornar aos meus hábitos de sempre.

E é por tudo isto que convidei a Viviana a escrever aqui no blogue as suas dicas  motivadoras para nos mantermos fortes, saudáveis e felizes. É já a partir de amanhã! Fiquem atentos.

Vânia Rodrigues look, workout, afternoon, exercício, Belém

Sugar Baby

Posted on by 0 comment

Ora bem, estava num entusiasmo feroz quando me lembrei de passar 21 dias sem açúcar…e foi das melhores ideias que tive nos últimos tempos. Não está a ser exactamente como aquilo que programei: sim, já pequei, mas sem qualquer tipo de culpa ou ressentimento. Foi de livre vontade e não foi porque não aguentei, foi um ato consciente e soube-me tão bem mas tão bem que compensou o meu deslize por inteiro.

Mas, no entanto, estive muitos dias sem “pecar”, o que para mim já é uma grande vitória. Já não tenho aquela vontade incontrolável por doces, nem me lembro disso. E acho que no fundo era esse o meu principal objectivo: perder o vício por doces, que já não me estava a fazer nada bem e me controlava todos os dias. Mais: o meu humor e ansiedade melhoraram drasticament. Yeah!

21 Dias Sem Açúcar

Posted on by 1 comment

21 dias sem açúcar, no sugar, health

Quem me conhece sabe que não passo um dia sem ingerir açúcar, e quase sempre em quantidades muito superiores às recomendadas. Nunca tive problemas com isso, até porque sou bastante ativa e felizmente tenho um metabolismo ultra rápido. No entanto, sou viciada no que se diz agora que é o veneno deste século. Nunca se falou tanto nos malefícios do açúcar como agora: dizem que é ele o principal alimento do cancro.

Ontem estava a ler a Vogue deste mês e li um artigo que dizia que, segundo os especialistas, são precisos 21 dias para nos libertarmos desta adição, o que significa retirar do cardápio tudo o que sejam bolos, chocolates (esta vai ser a pior parte), refrigerantes, cocktails e cereais. Nos casos mais extremos, a fruta deixa de ser permitida, Passar este tempo sem açúcar, o ciclo celular é renovado e acaba-se o que os especialistas chama de sugar cravings. O corpo agradece, não só ao nível da beleza exterior como também da saúde e bem-estar.

A partir de hoje e até ao dia 3 de Dezembro vou comprometer-me a não ingerir açúcar. Vou partilhar com vocês a minha jornada  nada fácil, mas tenho a certeza que vai ser muito compensatória. Não me lembro de ter passado um dia sem açúcar, por isso podem imaginar!

Conto com a vossa força!

@vava_musse

As dicas de beleza de Gisele

Posted on by 0 comment

Brazilian top model Gisele Bündchen

A modelo Gisele Bündchen, 35 anos, continua a ser a modelo mais requisitada e bem paga do mundo e revelou ao jornal Diário de Notícias quais os seus segredos de beleza. Achei as dicas super interessantes (algumas muito fáceis e pôr em prática!) e resolvi partilhar aqui convosco, para quem ainda não teve oportunidade de ler.

Cabelos
Para a “uber model”, devemos valorizar o nosso próprio cabelo e tratar bem dele não significa ir muitas vezes ao cabeleireiro. O importante é fazermos hidratação em casa com bons produtos e protegê-lo da mesma maneira que protegemos a nossa pele.

Corpo
Para manter o corpo saudável, Gisele faz exercício pelo menos três vezes por semana. Dormir bem e deitar cedo é prática frequente na modelo, referindo que faz muito bem ao corpo e à mente. O yoga ajuda-a a aprender a fazer escolhas mais conscientes no seu dia-a-dia. Em relação à alimentação, a modelo come muita fruta, vegetais e cereais e evita carnes vermelhas e açúcar processado. E bebe muita água, que revela ser muito importante para a saúde em geral.

Pele
A modelo aconselha a investirmos em poucos produtos para a pele; o importante é que eles sejam bons. Gisele disse ao DN que produtos com extratos naturais e orgânicos e, no rosto, usa um hidratante de manhã e outro diferente e mais rico à noite, para que a pele esteja sempre hidratada.

Maquilhagem 
Gisele Bündchen gosta de andar com a pele ao natural, sem maquilhagem e explicou ao DN que “Se estiver com o rosto muito cansado, posso colocar um pouco de rímel, que fica sempre bem. Na mala também tenho sempre um baton hidratante e um corretor para o caso de ser necessário. De qualquer forma, acredito que “menos é mais”. Portanto, basta ter uma pele bem tratada, com o mínimo de correção, para se ter um visual bonito e natural”,