Tudo começa na infância

Posted on by 1 comment

children, tudo começa na infância, saltar à corda, viviana moita, desporto

Quem nunca ouviu a frase – “As crianças são o nosso futuro.” Faz sentido sim? Pois bem, as gerações vindouras são preparadas por nós, simples! 😉 Seja pelo fato de as crianças absorverem as ações dos familiares (crianças que interajam com tios, avós, pais ou irmãos que praticam exercício físico, vão incorporam o desporto no seu dia-a- dia com maior facilidade), seja por elas próprias iniciarem atividades desportivas, estaremos a dar-lhes uma prenda que irá perdurar nas suas vidas.

Quando trabalhei com crianças, através do projeto A Fórmula do Bem-Estar, ajudei-as a desenvolver competências de motricidade grossa e fina. Isto engloba não só o controlo corporal, como o equilíbrio e a postura, assim como exercícios de maior precisão –  a coordenação das mãos e dos dedos (motricidade fina). Nos nossos grupos encontrámos relação direta entre estes fatores e as competências sociais e cognitivas. E de fato, a nível científico, prova-se um aumento de metabolismo cerebral, melhorando a sua memória, concentração e funcionamento cerebral.

No entanto, e mais importante que tudo isso, é a promoção da sua autoestima e confiança em ultrapassar desafios, promovendo também as suas capacidades de liderança (o que os irá a ajudar a destacarem-se num mercado de trabalho cada vez mais saturado).

Muitos países recomendam que as crianças trabalhem as competências psicomotoras 60’ por dia, no mínimo, ora podem começar por ir desligando os videojogos ao final do dia, e trocando por alguns jogos que me lembrei!

Motricidade fina:

-Mikado;

– Contruir castelo com cartas;

– Aprender origami;

– Berlindes;

Motricidade grossa:

– Bicicleta;

– Jogo das cadeiras;

– Futebol;

– Apanhada;

Viviana Moita

Instagram: viviana_moita_desporto

Facebook: Viviana Moita-Desporto

One comment on “Tudo começa na infância

  1. Sou mãe e conheço bem as dificuldades que temos nos dias de hoje em conciliar trabalho e tempo de qualidade com os nossos filhos. É sempre bom relembrar estas dicas. Obrigada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*